sexta-feira, fevereiro 22

Vereadora Olivalda discursa belas palavras na CM de Senador Sá

Posted by Jackson Souza on 14:48 | No comments

 Comentério:
        A senhora Sampaio, esposa do ex vice prefeito Mario S. e atual vereadora, "novata" no ramo da política usou de belas palavras na tribuna, palavras essas que retratam diretamente o papel dos vereadores (em sua maioria) e do prefeito em Senador Sá.  Como disse a mesma "O papel do legislador é fiscalizar os recursos públicos, criar leis, denunciar as irregularidades, cobrar ações e postura do executivo. Será que estamos fazendo isso?", será mesmo que nossos nove vereadores cumprem com suas obrigações? já sabemos a tempos a resposta desta pergunta...  
      E quanto ao papel do prefeito, se pelo menos ele estivesse na cidade para pelo menos tentar cumprir-lo seria mais fácil, veja segundo as palavras da vereadora qual é o papel do prefeiro "O papel do executivo, por sua vez, é gerir os recursos públicos, cumprir as leis municipais, estaduais e federais, a Lei Orgânica do Município e zelar pelo trato da coisa pública. Será que o nosso prefeito está primando por esses princípios?" e pense se está acontecendo...
     A mesma lembrou do escandalo denunciado em Uruoca e supós que poderia estar também acontecendo por aqui (Senador Sá) só não tinhas provas "se tivesse denunciaria ao Ministério Público, não tenhas dúvida.", disse   também que iria investigar todos os alugueis de veículos feitos pela prefeitura "mas vou investigar todos os carros desta prefeitura, podem ter certeza.".  Sabemos que acontece muitas coisas popr debaixo do pano, entretanto não temos provas, mas mais cedo ou mais tarde acabaremos a descobrir. O blog vem parabenizar a vereadora pelas palavras ditas em tribuna e dizer que apesar da mesma ser nova no ramo, mostrar muito mais dignidade do que muitos vereadores que nesta "casa do povo" estiveram.

Veja abaixo o discurso na integra: 

O PAPEL DO VEREADOR

Sr. Presidente, senhores Vereadores e plateia presente,

    Venho a esta tribuna, como parlamentar que sou levantar um tema de grande repercussão nacional e, sobretudo em nosso Município – o Papel do Vereador.

    E, diante o desgaste que vem sofrendo hoje o Legislativo - uma grave crise de credibilidade como mostra pesquisa recente no Brasil, se pergunta – qual o nosso papel hoje nesta Casa do Povo? O que pensa o povo senadorsaense de nós vereadores? Para boa parte da população de Senador Sá, vereador não serve de nada; embora haja uma confusão entre o papel do Legislador (vereador, deputado e senador) e o do Executivo (prefeito, governador e presidente).

    O papel do legislador é fiscalizar os recursos públicos, criar leis, denunciar as irregularidades, cobrar ações e postura do executivo. Será que estamos fazendo isso?

    O papel do executivo, por sua vez, é gerir os recursos públicos, cumprir as leis municipais, estaduais e federais, a Lei Orgânica do Município e zelar pelo trato da coisa pública. Será que o nosso prefeito está primando por esses princípios?

     O que se viu em Uruóca por meio da imprensa - “vereadores recebendo propina e o prefeito pagando”, é no mínimo vergonhoso. Mas o Ministério Público fez sua parte, denunciando o caso, que repercutiu no Brasil e no mundo inteiro. 

    Mas, Sr. Presidente, caros colega de parlamento, o pior é que isso acontece em quase todos os municípios brasileiros. E será que não acontece aqui em Senador Sá? É a grande pergunta. Não sei, não tenho provas e, se tivesse denunciaria ao Ministério Público, não tenhas dúvida.

      Outro fato vergonhoso que está sendo investigado pelos promotores da PROCAP (Procuradoria Contra a Fé Pública) e TCM, diz respeito à criação de associações comunitárias em Fortaleza, onde suas diretorias são formadas por pessoas familiares de Vereadores ou ligadas a eles. Elas recebem recursos públicos para custear festas carnavalescas, juninas, dia das mães, dia das crianças, natal dos associados, entre outras ações; na sua maioria levando o nome daquele vereador que auto se promove. É mais um caso vergonhoso!

      E, essa onda, meus caros parlamentares, não para por aí. A PROCAP e o TCM já estão ventilando, sigilosamente, outra maracutaia nos municípios cearenses – a alocação ou contratação de veículos de vereadores, suplentes de vereador, secretários e de familiares até o 3º grau de autoridades municipais, em nome de terceiros para as Prefeituras. É mais um escândalo senhores, que existem e, precisa ser investigado. Acho que por aqui existe, mas não tenho como provar, se tivesse também entregaria ao Promotor, mas vou investigar todos os carros desta prefeitura, podem ter certeza.

      Sabemos, Sr. Presidente e nobres colegas, que é no Município que pulsa a vida do cidadão brasileiro – forma-se ali o político e floresce a cidadania. A Constituição de 1988 consagrou a autonomia municipal e reconheceu a importância que tem na aplicação da legislação, no planejamento, na administração, na fiscalização e no controle do espaço urbano. E, para a dinâmica e o desenvolvimento nos Municípios, as Câmaras Municipais são imprescindíveis. A boa atuação da Câmara depende da atuação de cada vereador. Ele é o interlocutor do cidadão junto ao Poder local e, por isso, precisa está preparado e não pode cair nas armadilhas da vida pública.

     Quero dizer aos senhores aqui presentes, que embora seja novata nesta Casa, com poucos dias de trabalho, sinto-me decepcionada com a imobilidade desta Câmara Municipal, que na minha humilde opinião, iniciou o Ano Legislativo calada, está totalmente muda e, talvez ainda surda ao não escutar os gritos de sofrimento do seu povo. É muito lamentável!

Por fim, Sr. Presidente, nobres parlamentares e, com as suas desculpas, acho, particularmente, que câmaras em cidades pequenas no Brasil, só servem para duas coisas: camas para prefeitos se deitarem e cabides de empregos para vereadores e familiares. Muito Obrigado.     

 

Fonte de imagem e texto: Blog Senador Sá Online

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!