terça-feira, agosto 13

Senador Sá e mais 40 municípios podem entrar em colapso!

Posted by Jackson Souza on 08:41 | No comments
Em diferentes níveis de fonte hídrica, as cidades enfrentam a escassez. Perfurar poços será a alternativa mais viável
Máquina perfuratriz em Tamboril já atua desde 2012 no Interior
FOTO: WALESKA SANTIAGO


Fortaleza. Umas com mais, outras com menos riscos, o fato é que pelo menos 41 cidades do Ceará deverão ter até a sua sede municipal abastecida quase exclusivamente com água de carro-pipa ou de poços profundos até início de 2014. As reservas hídricas estão se acabando e isso não é mais novidade. Mas quando até mesmo o carro-pipa enfrenta ainda mais dificuldade para encontrar água e não há previsão consistente sobre quando chegarão as estações de tratamento móveis, a alternativa se torna ação principal: perfurar poços o mais breve possível. Para isso, o exército, que já atuava na operação carro-pipa, dispôs-se a oferecer pessoal e logística, em parceria com outros órgãos, como Cagece, Cogerh e Sohidra.

Capacidade
O trabalho de perfuração não é novo, já foi considerado intenso pelos próprios órgãos em 2012 - foram perfurados aproximadamente mil poços. Mas até aí, a captação de água dos açudes era muito mais promissora do que nos dias atuais. Ontem, os açudes públicos em todo o Estado acumulavam apenas 40% da capacidade.

A importância dada à captação via poços é também acompanhada de uma maior preocupação com o sucesso dessa atividade. Isso porque, conforme Grupo de Trabalho da Comissão Especial de Combate à Seca, formado na Assembleia Legislativa do Estado, constatou-se alto índice de ociosidade dos poços perfurados no ano passado - de mil perfurados, apenas 100 tiveram a instalação elétrica efetivada. Questionada pelos deputados, a Coelce, por meio de sua ouvidoria, afirmou que a companhia energética trabalha com planejamento, o que lhe dá prazo de 30 dias para apresentar projeto de eletrificação e mais 75 para o início dos trabalhos. Ou seja: a meta de perfuração de 30 poços por mês dificilmente representará captação imediata da água.

Na manhã de ontem, o Comitê Integrado da Seca, formado por várias instituições, lançou plano de ação para recuperação e instalação de 210 poços no Ceará, além de três de grande vazão de água. O Exército, que atuará, terá aporte do Governo Federal de R$ 75,3 milhões para novos equipamentos de perfuração para os Estados em situação de emergência.

Instalação
"Estamos trabalhando em regime de urgência, então é importante que a Coelce também seja inserida nesse tipo de operação, que possa ter uma equipe para atuar nesse ritmo. É uma decepção coletiva, para as comunidades com falta de água, ver o poço perfurado, mas sem ter como tirar", afirma o General Araújo Lima, comandante da 10ª Região Militar, em Fortaleza.

Nas próximas semanas, entrarão para licitação, na Procuradoria Geral do Estado (PGE), projetos que visam à perfuração total de 1.800 poços no Ceará - no final de agosto, já haverá licitação para 394 poços, por meio do programa Água Para Todos, do Governo Federal.

A equipe operacional a executar instalação e recuperação de poços é formada por Dnocs, Exército Brasileiro e Serviço Geológico do Brasil. Os prefeitos foram orientados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos a manter o diálogo com a instituição na checagem sobre o grau de segurança hídrica das cidades, com base na capacidade de seus reservatórios - ontem, mais da metade dos açudes estavam com volume inferior a 30%.

Para Nelson Martins, titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), as perfurações terão um ritmo mais acelerado, já que haverá aumento (de 7 para 15) no número de máquinas perfuratrizes.

O secretário admite que ainda não há uma data para a aquisição das prometidas Estações Móveis de Tratamento de Água (ETA), de Israel, para solucionar o problema da qualidade da água captada pelos carros-pipa. No início deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) encontrou coliformes fecais em amostras de água captada para consumo humano.


Mais informaçõesFonte: Diário do Nordeste
Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Estado (SDA)
Telefone: 3101.8105
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!