sábado, fevereiro 22

Senador Sá e demais cidades do Ceará mesmo em crise com a SECA gastam/gastarão juntas quase 12 MILHÕES com festas de carnaval.

Posted by Jackson Souza on 14:52 | No comments


Festa de pré-carnaval de Senador Sá - Foto Cartão Vermelho

   "  É interessante que todas as cidades tenham suas comemorações carnavalescas, dentre outras datas especiais ou não, porém o incrível mesmo não são as festas, mas sim os altos valores gastos com elas. Não pode deixar de existir festas como essa, mas existe dezenas/centenas/milhares de maneiras de fazer uma festa INCRÍVEL sem esbanjar tanto assim. No nosso caso eu mesmo apontaria dezenas!  Mas as cidades do Ceará gostam de impressionar, não sei a quem, pelo menos enquanto a mim não impressiono-me com essas festas grandiosas...  É impressionante apoiar nossa juventude, nossos talentos, nossos projetos, nosso povo! Isso é extraordinariamente impressionante, é impressionante ver jovens como os do Fênix ou do Banzai Dojo sendo totalmente apoiados pelo poder público e com verba pública, isso impressiona-me!!!

      Senador Sá gastou/gastará, segundo dados divulgados pelo TCM,  98,4 Mil reais. Outras cidades como Camocim, Granja, Tiangua e Vazea Alegre gataram/gastará quase 1 milhão cada uma...  Tudo isso, enquanto todo o estado sofre com a SECA! Impressionante? NÃO!!! - Do blogger CVS

Matéria 1:

Municípios em crise vão gastar até R$ 11,7 milhões com o carnaval

Levantamento do O POVO em licitações para festas de Carnaval em municípios do Interior mostra que, mesmo sob restrições dos olhos fiscalizadores, prefeituras se preparam para investir na contratação de grandes bandas.
 

 

SARA MAIA
Financiado com dinheiro público, período momino no Interior do Ceará é foco de fiscalização do TCM
Mesmo sob olhares próximos dos órgãos de fiscalização, trinta e quatro municípios do Ceará em situação de emergência se preparam para gastar R$ 11,7 milhões em festas de Carnaval nas próximas semanas. A informação tem base em levantamento do O POVO no portal de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Como outros 29 municípios publicaram concorrências para festas de Carnaval, mas não estipularam valores para os contratos, o volume total de gastos pode ser muito maior.

Marchinha de Carnaval, blocos na rua e dedinho pro alto, nem pensar. Na maioria dos casos, o valor se refere ao pagamento de cachês para grandes bandas de forró, axé e outros gêneros populares. Alguns municípios vão além e incluem desde competições de paredões a shows pirotécnicos. Todos os municípios listados pela reportagem (ver quadro), no entanto, integram a relação de cidades em situação de emergência por causa da seca.

Uma das festas com valor estipulado mais alto, o Carnaval de Tianguá - na região Norte do Estado - prevê realização de quinze shows, dois deles de “bandas conhecidas nacionalmente”. Entre as sugestões feitas pela administração, está a banda Garota Safada. O grupo também é cobiçado pelas Prefeituras de Mauriti e Acopiara, que cortaram caminho e garantiram apresentação da banda de Wesley Safadão com dispensas de licitação.

Outros grupos como Aviões do Forró, Calcinha Preta e Banda Magníficos também surgem recorrentemente em destaque nas licitações de prefeituras do Interior. Um pouco mais tradicional, o Município de Acarape preferiu optar por um festival religioso em R$ 109,1 mil.

“Há exagero”
Ao longo dessa semana, Ministério Público do Ceará (MP-CE) notificou as gestões de Icapuí e Santa Quitéria sobre o assunto. Na segunda-feira, o TCM enviou fiscais para 52 municípios, para investigar possíveis exageros nos contratos para as festas.
“Com dois anos de seca, e com previsão de inverno difícil, não é razoável que se invista tanto em festa. Nós vimos que há exagero”, afirma Francisco Aguiar, presidente do TCM. Segundo ele, prefeitos que comprometerem receitas das cidades com festas serão alvo da Corte de Contas.

Após o início das ações do TCM, as prefeituras de Maranguape, Solonópole, General Sampaio, Limoeiro do Norte, Guaiuba, Hidrolandia, Barro, Aurora, Itapajé e Farias Brito cancelaram suas festas de Carnaval.
  Serviço

Confira os editais de festas de Carnaval
Endereço: http://bit.ly/1f5UdgdNa caixa de busca do canto direito da página, digite “Carnaval” e selecione o município desejado

Saiba mais

Confira o valor estipulado das licitações
Abaiara - R$ 142,9 milAcarape - R$ 109,1 mil
Acopiara - R$ 646 milApuiarés - R$ 143,7 mil
Antonina do Norte - R$ 148 milAracoiaba - R$ 298,3 mil
Banabuiu - R$ 109,2 milBrejo Santo - R$ 263,7 mil
Camocim - R$ 947,9 milCapistrano - R$ 168,6 mil
Carnaúbal - R$ 547 milCascavel - R$ 579,5 mil
Forquilha - R$ 524,7 milGranja - R$ 837 mil
Icapuí - R$ 118,5 milJaguaretama - R$ 63,4 mil
Jaguaruana - R$ 678,1 milJati - R$ 161,3 mil
Mauriti - R$ 578,8 milMulungu - R$ 50,8 mil
Ocara - R$ 78,9 milOrós - R$ 498,1 mil
Pindoretama - R$ 305,7 milPiquet Carneiro - R$ 125,4 mil
Quixadá - R$ 379 milQuixeré - R$ 404,2 mil
Santa Quitéria - R$ 400 milS.João do Jaguaribe - R$ 65,4 mil
Senador Pompeu - R$ 284 milSenador Sá - R$ 98,4 mil
Sobral - R$ 260,8 milTianguá - R$ 903,7 mil
Uruburetama - R$ 77,6 milVárzea Alegre - R$ 729 mil

Alcântaras, Aracati, Baixio, Groaíras, Ibiapina, Ipu, Iracema, Itapipoca, Itaiçaba, Iracema, Jaguaribe, Maracanaú, Milhã, Moraújo, Nova Russas, Orós, Pacajús,Pacoti, Palhano, Palmácia, Paraipaba, Pentecoste, Reriutaba, Santana do Acaraú, Tabuleiro do Norte, Tauá, Trairi, Ubajara e Viçosa do Ceará lançaram licitações para carnaval, mas não definiram os valores para a festa. 

Fonte: O POVO ONLINE 

Matéria 2:

TCM FISCALIZA CONTRATO DE FESTAS CARNAVALESCAS EM 50 MUNICÍPIOS ATINGIDOS PELA SECA, INCLUSIVE SENADOR SÁ

A operação especial de fiscalização, que começou hoje, terça-feira (18), e prossegue até sexta-feira (21), tem por objetivo verificar a regularidade dos procedimentos administrativos de aquisição de bens e serviços e a contratação de empresas e artistas em 50 municípios do Estado para festas carnavalescas, pagas com recursos públicos.

O presidente do TCM, Francisco Aguiar, informou que oito equipes da Diretoria de Fiscalização (Dirfi) foram designadas para o trabalho de campo. Além de apurar a regularidade do gasto, os técnicos também irão examinar as condições da despesa em comparação com a situação vivida pelas populações locais em virtude dos danos causados pela seca.

A fiscalização designada pelo TCM cobrirá os municípios de Acopiara, Apuiarés, Aquiraz, Aracati, Aracoiaba, Aurora, Baixio, Banabuiu, Beberibe, Brejo Santo, Camocim, Carnaubal, Cascavel, Catunda, Farias Brito, Granja, Groaíras, Hidrolândia, Ibiapina, Itaiçaba, Itapajé, Itarema, Jaguaretama, Jaguaruana, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milhã, Nova Russas, Ocara, Orós, Pacajus, Palhano, Paraipaba, Quixadá, Quixeramobim, Quixeré, Reriutaba, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, São Benedito, SENADOR SÁ, Sobral, Solonópole, Tauá, Tianguá, Trairi, Ubajara, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

Conforme determinação do presidente do TCM, Francisco Aguiar, os resultados das ocorrências identificadas serão imediatamente repassados aos relatores das contas de cada município para a adoção de medidas que forem consideradas cabíveis. Pela legislação isso inclui desde aplicação de multas aos gestores, devolução de recursos que porventura tenham sido liberados, até o cancelamento das contratações realizadas em desacordo com legislação.

A decisão de fazer esse trabalho emergencial foi tomada na segunda-feira, 17/02, durante reunião extraordinária do pleno do Tribunal de Contas dos Municípios. * Com informações do TCM.


Fonte: Perfil de Mario Sampaio via Facebook
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!