quinta-feira, abril 3

Enquanto o Brasil precisa de um milagre, o pais ganha mais um santo! Será que esse irá fazer o que todos os outros não fizeram?

Posted by Jackson Souza on 16:29 | No comments
https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=7835498457768994889#editor/target=post;postID=8127913678139952478

Capela terá novo santo como padroeiro

     Terceiro santo com ligação direta com o Brasil é o padroeiro de capela no Parque Santa Rosa há 30 anos. Os fiéis esperavam ansiosos pela canonização do padre Anchieta, apesar de garantirem devoção independente do fato

 
DEIVYSON TEIXEIRA
Padre Daniel Morais acredita que exemplo de vida de Anchieta irá trazer motivação para os fiéis

A capela Beato José de Anchieta, no Parque Santa Rosa, já se prepara para readequar o nome após a canonização do padroeiro. O papa Francisco assina hoje o decreto que proclama santo o jesuíta espanhol. A capela é o único templo da Capital que leva o nome do primeiro catequista em terras brasileiras. Para os fiéis, a santificação de Anchieta era vontade antiga da comunidade, mas eles dizem que a fé no padroeiro independe de ser santo ou beato.

Nazaré Santos, 63, frequenta o templo semanalmente há 23 anos. A dona de casa faz questão de cuidar da organização do templo como se fosse o seu próprio lar. Foi em uma das arrumações que tropeçou e fraturou o tornozelo. Devota, depositou esperanças na recuperação em padre Anchieta e diz que foi curada pela fé no então beato. “Para mim, ele sempre foi santo, porque todos os pedidos que fiz a ele foram atendidos”, afirma.

Assim como a colega, Vilani Holanda, 57, acredita que a santificação vai permitir que mais pessoas conheçam a história de padre Anchieta e o tomem como exemplo. Ela se recorda dos primeiros anos de funcionamento do templo, quando o espaço de celebração era menor e haviam poucos frequentadores. “A capela cresceu junto com a comunidade. Existiam poucas casas aqui, tudo era mais simples”, lembra.

Para a dona de casa, foi correta a escolha de ter padre Anchieta como padroeiro do templo, pois há identificação dos moradores do Parque Santa Rosa com o missionário. “Anchieta amava os humildes, as pessoas simples, e nossa comunidade é cheia de gente assim. A mensagem dele chega mais perto de nós”. Segundo o padre Daniel Morais, da paróquia do bairro Mondubim, que atende a capela, a canonização deve motivar os fiéis. “Aos poucos essa escolha irá favorecer a busca pelos ensinamentos do santo”, afirma.

Além de participar das celebrações, os membros da comunidade também promovem ações sociais. Jovens da capela semanalmente se reúnem com crianças do bairro para dar aulas de música e reforço escolar. O templo ainda serve como ponto de coleta de produtos recicláveis que beneficiam a associação de catadores do bairro.

O POVO ONLINE
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!