sábado, setembro 13

Eleições 2014 Senador Sá - Candidato a Dep. Federal Aníbal Ferreira Gomes

Posted by Jackson Souza on 11:13 | No comments
    
        O candidato a Dep Federal, Aníbal Ferreira Gomes nascido em 7/6/1953 é natural do Rio de Janeiro, Profissional em: Agropecuarista e Cirurgião-Dentista. Filho de Amadeu Ferreira Gomes e Francisca Silveira Gomes.  Foi prefeito d Acaraú-Ce (1989), Deputado Federal, 1995-1999, Deputado Federal, 1999-2003,Deputado Federal, 2003-2007, CE, PMDB. Dt. Posse: 01/02/2003, Deputado Federal, 2007-2011Deputado Federal, 2011-2015, CE, PMDB e estar buscando mais um mandato em 2014. Em Senador Sá vem com o apoio do atual prefeito, Alex Sandro Oliveira. Também enfrenta inúmeros processos por peculato, lavagem/ocultação de bens,direitos e valores.
      Abaixo, poderá visualizar todas as informações sobre dados pessoais, processos, presenças, privilégios, comissões e etc.
 
Histórico de candidaturas (a partir de 2002):
2002: Deputado Federal (PMDB - CE). Receitas: R$ 178.978. Votos: 90.626. Eleito.
2006: Deputado Federal (PMDB - CE). Receitas: R$ 500.971. Votos: 178.938. Eleito.
2010: Deputado Federal (PMDB - CE). Receitas: R$ 970.000. Votos: 162.037. Eleito.
 
Dados:
 
        
 Aníbal Ferreira Gomes, participa ou participou das comissões:

  Presenças:

Privilégios como parlamentar:

Processos judiciais:

Notícia do G1: O deputado federal Aníbal Ferreira Gomes (PMDB-CE) responde à ação penal 347, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).
O que diz o deputado:
   Segundo o deputado, o caso se refere ao período em que foi prefeito de Acaraú (CE), entre 1989 e 1993, e trata de verbas recebidas por um hospital filantrópico por parte do extinto Ministério da Ação Social.
Gomes diz que foi responsabilizado por problemas na prestação de contas da instituição por ter assinado um documento que atestava a existência e o funcionamento da entidade.

“Era necessário que o promotor, o juiz ou o prefeito passasse um visto atestando o bom funcionamento da entidade. E eu passei esse visto porque o promotor não estava, nem o juiz. O MP entendeu que eu era responsável pela prestação de contas. (...) Como eu podia ser responsável pela prestação de contas se nada dizia no documento? Se eu soubesse que seria responsabilizado pela prestação de contas, certamente teria mandado verificar. O próprio TCU [Tribunal de Contas da União] já me isentou da responsabilidade”, disse.

“Na minha administração, todas as contas foram aprovadas, no Tribunal de Contas do Estado, no TCU. Nunca tive contas desaprovadas no tempo que passei lá. (...) Não era presidente do hospital, não fazia parte do quadro, de nada, não tinha vínculo com o hospital.”

 Veja abaixo:
Carreata em Senador Sá - Matéria
Carreata em Senador Sá - Vídeo

Veja >  AQUI!
Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
Produtividade legislativa
Como votou matérias no Plenário
Emendas ao Orçamento
Faltas
Uso de cota parlamentar

Fontes:
G1
Excelências - Transparência Brasil
Câmara dos Deputados
Winkipedia
Rank Políticos
Folha SP
UOL
Estadão - Política
O POVO
Diário do Nordeste
Eleições 2014
TRE-Ce
STF
Quadro Político


 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!