sábado, dezembro 20

ESTADUAL: TRE diploma candidatos eleitos no CE

Posted by Jackson Souza on 11:27 | No comments


    Os 71 candidatos do Ceará eleitos no pleito deste ano foram diplomados ontem, em cerimônia realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Centro de Eventos. Receberam o diploma o governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela, 22 deputados federais e 46 estaduais, além do senador Tasso Jereissati. O momento foi marcado pelo encontro de antigos desafetos e especulações sobre a composição da próxima gestão estadual, que deve ser anunciada na próxima semana.
O governador Cid Gomes não compareceu à cerimônia, sendo representado na mesa oficial pelo chefe de gabinete do Governo do Estado, Danilo Serpa. Única a discursar na ocasião, a presidente do TRE, desembargadora Iracema do Vale, alertou para a importância do mandato a ser assumido a partir de 2015, ressaltando a decepção do eleitorado com a prática política.
"O diploma que nesta cerimônia lhes será oferecido é apenas um voto de confiança restrito e absoluto. É o reflexo da vontade de um povo sofrido, decepcionado, desiludido que, a cada dia, descrê da prática política como instrumento de transformação de suas vidas e na busca do bem comum", ressaltou Iracema.
O primeiro a ser diplomado na cerimônia foi Camilo Santana, que estava acompanhado dos filhos e do pai, Eudoro Santana, um dos principais articuladores da campanha do filho. Na mesa do evento, estavam representantes da Justiça Eleitoral e autoridades do Estado. Dos três senadores cearenses, só Eunício Oliveira não foi ao evento.
Camilo evitou conversar sobre a formação do secretariado do seu governo, mas adiantou que mais da metade dos nomes já estão definidos. Ele esclareceu que não vai divulgar nenhuma informação preliminar, porque quer anunciar a lista completa dos secretários. Parlamentares e dirigentes partidários especulavam, nas rodas de conversa, os nomes dos possíveis indicados.
Reencontro
Antes do início do evento, Tasso Jereissati cumprimentou o ex-aliado Ciro Gomes. Ambos romperam na eleição de 2010. "Você está velho, rapaz", afirmou Tasso em tom descontraído. "O tempo passa", respondeu Ciro. Tasso também conversou com a mãe de Ciro, dona Maria José Ferreira Gomes, que foi assistir à diplomação do filho Ivo Gomes, eleito deputado estadual.
"Não existe nenhuma inimizade, existe diferença política. Sou contra tudo isso que a gente vive hoje (corrupção)", afirmou Tasso, ao ser questionado sobre a relação com Ciro. "O governo do Cid não foi péssimo. Ele tem uma visão construtivista de olhar só para as obras. Tem que olhar para a consequência da obra", acrescentou.
Tasso ainda disse estar preocupado com a violência, a seca e a corrupção. "Temos o quadro de corrupção e destruição da Petrobras. O Brasil tem se envergonhado diante do mundo. Um dos seus maiores patrimônios está desmoralizado perante a comunidade internacional", criticou o senador eleito.
O tucano reafirmou sua postura contra a volta da Contribuição Provisória sobre a Movimentação (CPMF), pauta que Camilo Santana tem articulado com outros governadores do Nordeste. "Se chegar ao Congresso, nós vamos votar contra", declarou.
Em entrevista, Ciro Gomes garantiu que não atuará no governo Camilo Santana, justificando que vai passar um tempo distante da política. "Encerrei o ciclo, vou me dedicar à vida pessoal. Vou ganhar algum dinheiro". O irmão mais velho de Cid Gomes salientou que, após um período afastado dos holofotes, pode retornar à vida pública como candidato a presidente da República. "Não descarto a ideia de no futuro ser candidato a presidente sem qualquer tipo de ansiedade", acrescentou.
Ciro Gomes alegou que aconselhou o irmão Cid Gomes a "agir com o coração" em relação ao futuro político. O atual governador é cotado para o Ministério da Educação e também tem um contrato de trabalho garantido no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Brasília
"Ele está há muito tempo planejando essa viagem internacional, que é muito boa para ele, mas eu disse que ele precisa de uma experiência em Brasília. Uma depende só dele (o BID) e já está acertada e a outra depende da presidente Dilma, que deve ter liberdade total para escolher seus auxiliares", destacou.
O encontro da ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins com o governador eleito Camilo Santana também surpreendeu alguns presentes. Ao chegar ao Centro de Eventos, ela se dirigiu ao camarim montado perto do palco da cerimônia, local onde estava Camilo. Embora no mesmo espaço, ambos não se cumprimentaram. Somente ao se deslocar para as cadeiras destinadas aos diplomados, Luizianne caminhou até Camilo, que se levantou e abraçou a correligionária.
Mesmo sendo filiada ao partido de Camilo Santana, Luizianne Lins não fez campanha para o petista no pleito deste ano devido ao rompimento com o grupo de Cid Gomes. Pessoas ligadas à candidatura do postulante ao Governo derrotado Eunício Oliveira chegaram a afirmar que a ex-prefeita trabalhou pela campanha do peemedebista.

Fonte: DN
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!