sexta-feira, setembro 23

Votação salarial do prefeito, vice, secretários e vereadores para o mandato 2017/2020. Confira!

Posted by Jackson Souza on 14:45 | No comments

    O projeto de lei que determina os salários do prefeito, vice, secretários e vereadores para o mandato 2017/2020 foi proposto e votado pela câmama minicipal de Senador Sá.
     No dia 19 (segunda-feira) em sessão ordinária o projeto foi apresentado ficando os valores para prefeito de R$ 13.200,00(treze mil e duzentos reais), vice-prefeito R$ 8.800,00(oito mil e oitocentos reais), os secretários nomeados no período correspondido 2017/2020, de R$ 3.300,00 (três mil e trezentos) e os vereadores eleitos de R$ 4.000,00(quatro mil reais)/mês, sendo aquele que for eleito presidente da casa, seria de R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais)/mês.
    No dia 23 (sexta-feira) em sessão extraordinária os mesmos encontraram-se na câmara e propuseram uma mudança via emenda que POR INCRÍVEL QUE PAREÇA foi de diminuir os valores que ficaram assim: prefeito passou de R$ 13.200,00 (treze mil e duzentos reais) para R$ 9.900,00 (nove mil e novecentos reais), vice-prefeito passou de R$ 8.800,00 (oito mil Oitocentos reais) para R$ 6.600,00(seis mil e seiscentos reais), secretários passou de R$ 3.300,0 (três mil e trezentos reais) para R$ 2.500,00(dois mil e quinhentos reais) e dos vereadores passou de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) para R$ 3.000,00 (três mil reais), e o do presidente da Câmara, previsto em R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais) ficou em R$ 4.150,00(quatro mil cento e cinquenta reais).
     
Confira as matérias feitas por Robson Yguana sobre o assunto:

MATÉRIA 01:
A mesa diretora da câmara municipal de Senador Sá, apresentou na manhã de hoje (19), durante a 4 sessão ordinária do segundo período 2016, a proposta de lei, que estabelece os valores dos subsídios para prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários para o quadriênio 2017/2020.

Estas propostas foram apresentadas nos projetos de lei nº 02/2016 e 03/2016.

Na proposta do projeto 03/2016, estabelece que os vereadores eleitos para o legislativo 2017/2020, receberão subsidio de R$ 4.000,00(quatro mil reais)/mês. E aquele que for eleito presidente da casa, perceberá a quantia de R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais)/mês, nele também fala dos valores dos assessores parlamentares que deverão receber 300,00(trezentos reais).

No Projeto 02/2016 diz que o prefeito terá o subsidio de R$ 13.200,00(treze mil e duzentos reais) e o vice-prefeito R$ 8.800,00(oito mil e oitocentos reais) mensais.

Ainda de acordo com a proposta, os secretários nomeados no período correspondido 2017/2020, deverão receber a quantia de R$ 3.300,00 (três mil e trezentos) mensais.

Estes projetos foram apresentados nesta segunda-feira (19) e devem ser votados antes das eleições de 02 de outubro. Pelo cronograma, a próxima sessão ordinária será dia 03 de outubro, por este motivo será necessária uma sessão extraordinária para apreciação da matéria, que se aprovado ficará como dito acima.

MATÉRIA 02:
    Foi aprovado na manhã desta sexta-feira (23), durante sessão extraordinária, os projetos de lei 02 e 03/2016, que fixa os subsidio dos vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários para o quatriênio 2017/2020.

Os projetos de lei apresentados na última semana (Matéria 01) sofreram várias modificações nos valores dos subsídios, as emendas foram propostas pelo vereador Antônio Pereira e foram todas aprovadas na sessão extraordinária para votação da matéria.

Dentre as mudanças proposta pelo parlamentar está a redução dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários.

Na emenda ao projeto de lei 02/2016, o edil propôs redução nos subsídios do prefeito; que passou de R$ 13.200,00 (treze mil e duzentos reais) para R$ 9.900,00 (nove mil e novecentos reais); no do vice-prefeito, que passou de R$ 8.800,00 (oito mil Oitocentos reais) para R$ 6.600,00(seis mil e seiscentos reais) e no dos secretários, que caiu de R$ 3.300,0 (três mil e trezentos reais) para R$ 2.500,00(dois mil e quinhentos reais).

Na emenda ao projeto de lei, 03/2016, de autoria do mesmo vereador, foi proposto mudança nos subsídios dos vereadores e no do presidente da câmara.

Na mudança, o subsídio do vereador passou de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) para R$ 3.000,00 (três mil reais), e o ordenado do presidente da Câmara, previsto em R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais) ficou em R$ 4.150,00(quatro mil cento e cinquenta reais).

Ambas as emendas foram aprovadas, e subsequentemente os projetos de lei n° 02/2016 e 03/2016.

Ficando os subsídios como dito acima.

Informações: Blogueiro Robson Yguana via Blog CS

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!