sábado, julho 29

BOM DIA PREFEITA: Necessitamos de uma gestão com futuro e não momentânea. É possível ser uma boa prefeita?

Posted by Jackson Souza on 09:45 | No comments
          
         Tenho ouvido muitas reclamações do povo a respeito da nova administração instalada no município. Muitas dessas reclamações surgem de fato da falta de assistência do Governo Municipal, como também outras surgem de opositores que formulam suas críticas baseando-se em suas opiniões/interpretações. A atual gestão, comandada pela prefeita Regina V. que segue no sétimo mês de seu mandato tem crescido o índice de reprovação popular, haja visto que em poucos meses administrou com muitas ações incoerentes e impopulares enquanto agrada uma meia dúzia de pessoas. Falamos muito em "um bom prefeito(a), portanto vamos explanar com ser essa figura. E que ajude a atual gestão em seu futuro!
        O prefeito não deve ser bom somente pelo fato de que ele me beneficiou de alguma forma, ou deve ser ruim porque fez o contrário. O papel do prefeito é mesmo administrar para todos, sem tentar agradar a um meia dúzia de pessoas. E nem vamos nos aprofundar na ausência de investimentos em algumas áreas enquanto investi-se muito em outras, por exemplo o assunto do momento onde foi cancelado um benefício importante para trabalhadores enquanto investi-se em festas e bandas!
      Partindo do pressuposto de que administrar é contrariar interesses, é lógico que nem todos ficarão satisfeitos com qualquer que seja a administração, mas nem por isso o gestor deve buscar agradar à todos. O gestor deve mesmo é administrar para todos.

Eis algumas características de um bom prefeito. Analise se o seu prefeito têm esse perfil:
         O bom prefeito é aquele que está a serviço do município, conhece as necessidades da comunidade e resolve seus problemas. Não só administra com dedicação e seriedade, mas também presta contas de seu trabalho com o povo.
      Espera-se dele, fidelidade a população, expressa no cumprimento de um programa de governo previamente elaborado, capacidade administrativa, liderança política, bom conhecimento dos assuntos da cidade, equilíbrio no enfrentamento de crises, postura de diálogo aliada à capacidade de decisão no tempo oportuno, paciência e disponibilidade para ouvir a população e seus legítimos representantes, tolerância quanto à diversidade de estilo das pessoas com quem trabalha, disponibilidade para ter presença contínua no município, hábito de trabalhar com planejamento e em equipe e coragem de dizer não, quando necessário.
          Por último, o bom prefeito deve ter as qualidades necessárias para uma vida política sadia e honesta, com transparência nas atividades públicas, separação completa entre os recursos públicos e os interesses da família, dos amigos, de empresas e do partido.   
         Por fim, pede-se a um bom prefeito que seja competente na arrecadação de recursos para dar conta das demandas populares.
        O poder municipal é o que está mais próximo do contato direto com a população e o primeiro a ser questionado. Para muitos cidadãos, o prefeito é mais importante do que o presidente da República, pois é quem pode resolver o seu problema imediato. Promessas utópicas ou demagógicas serão cobradas, mais tarde.
10 mandamentos de um bom prefeito: 
 
Colocar gente honesta e competente nos cargos de responsabilidade (comissionados), se possível sem vínculo político;

Tornar as contas e atos da administração transparentes para a população. Orçamento participativo é um exemplo!;

Cancelar o concurso público sob suspeita;

Parar de nomear apaniguados para comporem os Conselhos Municipais;

Não dar sequência a contratos milionários que são contestados judicialmente ou pelo tribunal de contas, a fim de poupar que o patrimônio do Município seja transferido para particulares;

Dar o exemplo pessoal como autoridade do Município, ou seja, não beber á ponto de ficar embriagado, não ser mentiroso, não ser promíscuo, respeitar a família sob todos os aspectos, não ser desonesto e achar que ninguém vai ficar sabendo dos trambiques, não fazer acertos em detrimento do Município, não pagar veículos de comunicação para se livrar de críticas, enfim, que seja um homem/mulher de verdade. Que a dignidade seja o caminho escolhido;

Dar prioridade para a Educação – Valorizar a figura do professor e, sobretudo valorizando seu salário. O professor precisa se sentir reconhecido pela administração pública, não se pode cobrar de uma classe trabalhadora sendo que seu salário mal dar para as necessidades básicas do dia-a-dia e deixar de ser hipócrita;

Excluir qualquer ato ou atitude que lembre alguma coisa como perseguição política. O prefeito que persegue, maltrata e até mesmo demite, aquele servidor humilde, honesto, simplesmente porque este tem opinião, pensamento diferente da sua. A liberdade de expressão há de ser respeitada dentro daquilo que chamo de respeito mutuo;

Um bom prefeito é aquele que é administrador, empreendedor e buscar soluções para o desemprego é uma meta não a ser buscada, mais sim alcançada. Busca permanente por parcerias empresariais e todos aqueles que podem e tem capacidade financeira de investir no município;

10° E por último, um bom prefeito não é aquele adorado, idolatrado, e sim aquele respeitado. O bom prefeito é aquele que têm consciência de seu poder perante a opinião do povo; o bom prefeito é aquele que se esforça para ser honesto, sem que para isto tenha que ser humilde; o bom prefeito sabe ouvir, observar, para somente daí tomar as decisões importantes, há de ser esperto muito mais que inteligente, é aceitável admitir erros de um bom prefeito, mais a burrice vem de burro, jumento, esta ninguém aceita. O bom prefeito, principalmente os de cidades pequenas, é aquele que anda sempre sem dinheiro no bolso, o bom prefeito é aquele que é bom sem ser idiota, sem ser pateta, o bom prefeito é raro, sua existência incomoda, ou será que ele não existe?

Informações: Portal mídia/Inforjuris/Gazetadopovo/Jurisbrasil
Imagens: Internet
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!